Página inicialComunicaçãoNotíciasParecer presidente do STIMMME-BG sobre a MP 927

23/03/2020

Parecer presidente do STIMMME-BG sobre a MP 927

O STIMMME-BG entende que o momento é de, prioritariamente, zelar pela saúde: dos trabalhadores, de seus familiares, dos empregadores e de toda sociedade. A rotina das empresas vem sendo drasticamente impactada por condições excepcionais decorrentes da pandemia do Covid-19 e justificadas pela necessidade indiscutível de garantir o bem-estar das pessoas. Porém, não é possível permitir que essa situação extraordinária seja indevidamente interpretada como pretexto para retirar direitos ou prejudicar os trabalhadores. Nesse momento, valem todas as formas de diálogo entre empregadores e empregados, representados por suas entidades sindicais, em busca de alternativas em que o bom senso seja a melhor medida para a tomada de decisões. É preciso flexibilizar condições para que as empresas possam recuperar-se dos prejuízos causados pelas paralizações e superar os efeitos da estagnação econômica – sem que, com isso, o trabalhador seja forçado a pagar a conta desse cenário caótico. É primordial defender a manutenção dos empregos, que para muitas famílias inteiras são a única fonte de renda e sustento. É necessário manter vivo o fluxo de trabalho e remuneração, sob pena de agravar ainda mais a condição econômica debilitada que encontraremos após a supressão da pandemia. Da mesma forma que temos unidos esforços para combater o coronavírus, é necessário trabalharmos de forma cooperativada em busca de alternativas sustentáveis tanto para o empregador quanto para o empregado possam superar esse momento de adversidade – sem radicalismos e colocando em prática a lição que temos reaprendido dia após dia: priorizar o bem comum.
 
 
 
Deoclides dos Santos, presidente do STIMMME-BG