Página inicialComunicaçãoNotíciasSTIMMME-BG reúne 600 pessoas em jantar-baile de casais

20/05/2019

STIMMME-BG reúne 600 pessoas em jantar-baile de casais

 

 

Comemoração alusiva ao Dia do Trabalhador ocorreu na noite de 18 de maio, no ABCTG

 

Perante um público de aproximadamente 600 pessoas, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Bento Gonçalves demonstrou, mais uma vez, a força dos elos que unem a entidade representativa a seus associados. A oitava edição do Jantar-baile de casais integrou os profissionais do setor e a família metalúrgica para um momento especial de celebração, alusiva ao Dia do Trabalhador, lembrado em 1º de maio – em encontro que ocorreu na noite de sábado (18), no ABCTG, em Bento Gonçalves.

Quem participou pôde apreciar uma programação repleta de atrativos, a começar pelo farto cardápio oferecido gratuitamente aos associados e dependentes: churrasco campeiro, linguiça, galeto, aipim, maionese, saladas diversas, pão e, de sobremesa, sagu com creme – tudo regado a chope, liberado durante toda a festa. Depois, a Banda Motryz subiu ao palco para garantir a animação durante o baile, mantendo a pista de dança cheia noite a dentro.

Além de oportunidade de lazer e diversão, o jantar-baile do STIMMME-BG estimulou a reflexão da família metalúrgica acerca da importância da união entre os profissionais do setor e, também, com o Sindicato consolidando uma relação de parceria que a todos favorece. “Todos os benefícios que oferecemos, desde os atendimentos médicos e odontológicos até a estrutura da sede Campestre, são conquistas do trabalhador, resultado de sua participação com o Sindicato. Vivemos um momento de incerteza, não sabemos que mudanças ocorrerão – justamente por isso reforçamos o apelo para que os trabalhadores permaneçam ao lado da entidade, mantendo a entidade forte e representativa para defender os profissionais. Enquanto estivermos à frente do STIMMME-BG, garantimos esse compromisso de manter as conquistas e lutar pelos direitos do trabalhador”, disse o presidente Elvio de Lima.